sábado, 8 de outubro de 2016

Há vários tipos de temperos...

Ultimamente, tenho reparado que muitas pessoas têm uma paixão, algo que gostariam realmente de fazer, mas a vida traz demasiados obstáculos, é demasiado complexa e difícil para simplesmente fazer o que gostamos. Rendemo-nos muito, compreensivelmente, ao "tem que ser". As palavras encorajadoras caem na velha expressão "falar é fácil". De qualquer das formas, para quem vê mais além, para quem sonha, ou vislumbra algo diferente para si, é bom manter esse olhar, essa atenção, mesmo que tudo não passe de uma paisagem no horizonte. Só assim é que as coisas podem ir acontecendo. Só assim, quando não fazemos dos atuais problemas o único foco. Há algo mágico em "ver de fora", em não nos identificarmos com os problemas. Há uma perceção expandida da vida, que nos mostra aquele "algo mais" que todos parecem saber que falta num dia a dia tão atribulado.

Lately, I have noticed that many people have a passion, something they would really like to do, but life brings too many obstacles, it is too complex and difficult to simply do what we like. We surrender much, understandably, to "it has to be." Encouraging words fall into the old expression "talking is easy". In any case, for those who see beyond, for those who dream, or glimpse something different for themselves, it is good to keep that look, this attention, even if everything is just a landscape on the horizon. Only then can things happen. Only then, when we do not make the current problems the sole focus. There is something magical about "seeing from the outside," not identifying ourselves with problems. There is an expanded perception of life, which shows us that "something else" that everyone seems to know is missing in a day to day so troubled.

4 comentários:

  1. Verdade,deveríamos lutar mais pelo que realmente gostamos :P

    ResponderEliminar
  2. Epa eu acho que as pessoas estao a perder a sua essência... estao a ficar tao futeis, especialmente os mais novos, ja nao sabem o que é lutar pelas coisas. Beijinhos. 😊😊😊

    ResponderEliminar
  3. Vive-se muito "rápido", "à superfície"...

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...